Receba nossa newsletter por e-mail
Receba as principais informações publicadas no portal.
Assinantes contam com conteúdo exclusivo
 

WATCH 2021

Paraná tem quatro startups em ranking nacional

Maringaense Verifact é uma das cem selecionadas pela revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios
Maringaense Verifact é uma das 100 selecionadas pela Revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios

Foto: Divulgacão/Verifact

Quatro paranaenses estão entre as 100 Startups to Watch 2021, ranking da revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios, que chegou à quarta edição. São três empresas de Curitiba e uma de Maringá. A iniciativa avalia quanto os negócios têm potencial para se tornarem líderes de seus segmentos e estão prontos para receber a atenção dos investidores.

As startups curitibanas listadas são a IoTag, que se dedica a soluções de telemetria para maquinário agrícola, a Polen, que auxilia empresas em ações de responsabilidade social, e a TruggHub, da área de logística. A maringaense selecionada entre as 100 Startups to Watch 2021 é a Verifact, que atua na produção de provas digitais para processos jurídicos.

O Paraná é o quinto estado com mais empresas no ranking. São Paulo tem 65, Rio de Janeiro, 11, e Santa Catarina e Minas Gerais têm cinco cada.

“Temos uma solução consistente e coerente. Temos feedback de advogados, peritos e magistrados de que, de fato, a nossa solução é disruptiva na área de cibersegurança”, afirma Regina Acutu, sócia-fundadora da Verifact, ao ser questionada sobre o que, na visão dela, contribuiu para a empresa estar na lista da Pequenas Empresas & Grandes Negócios. “Oferecemos uma captura de provas digitais confiável, que utiliza técnicas forenses preservando a cadeia de custódia conforme a lei exige”, complementa.

As parcerias que a empresa tem feito com os Ministérios Públicos de São Paulo e da Bahia e com a Polícia Civil do Paraná são exemplos que comprovariam a eficiência da solução. “Existem outros órgãos públicos com parcerias em andamento”, conta.

A Verifact, que já recebeu investimentos pré-seed da WOW Aceleradora, não tem rodada aberta com investidores no momento. “Mas estamos conversando com vários fundos de investimentos. Estamos pensando numa rodada futura.”

Para a empresária, a startup tem muito espaço para crescer no mercado. “Muita gente ainda não sabe que as redes sociais ou e-mails podem ser usados como provas na Justiça.”

LEIA MAIS:

Plataforma torna registro de provas mais acessível

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CONFIRA TAMBÉM

Acesse sua conta