Receba nossa newsletter por e-mail
Receba as principais informações publicadas no portal.
Assinantes contam com conteúdo exclusivo
 

iCON

Construção civil quer tirar o atraso em inovação

Governança busca mudar conceito e fazer transformação digital no setor, que tem em Londrina duas das maiores empresas do país
Governança busca mudar conceito e fazer transformação digital no setor

Foto: Vivian Honorato/Prefeitura de Londrina

Quando, em 2018, a Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras (Certi) concluiu o estudo que definiu as cinco verticais mais importantes para a inovação em Londrina, o empresário Gerson Guariente ficou intrigado. “Quer dizer que a construção civil não inova?”, questionou-se à época.

Para não ficar de fora do movimento que visa dar novo impulso à economia local, o setor tratou de se organizar e criou naquele mesmo ano a Governança da Inovação na Construção Civil Norte do Paraná (iCON).

As cinco verticais que haviam sido definidas no estudo da Certi, contratado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), eram tecnologia da informação e comunicação (TIC), agronegócio, saúde, eletrometalmecânica e química e materiais.

O empresário Gerson Guariente (Foto: Divulgação)

Segundo Guariente, depois de conhecer o resultado do trabalho da fundação, ele passou a pesquisar e descobriu, num relatório do Fórum Econômico Mundial, que a construção civil é tida como pouco inovadora em todo o mundo. “Juntei o pessoal, mostrei o diagnóstico do Fórum Econômico e o estudo da Fundação Certi e disse: ‘Estamos atrasados, precisamos fazer algo’.”

O empresário é vice-presidente do Sindicato das Empresas de Construção Civil (Sinduscon) do Norte do Paraná. Ele já presidiu o sindicato e também foi o primeiro presidente da iCON.

“Foram cerca de 30 empresas e instituições que, coordenadas pelo Sebrae, criaram a governança em 2018”, afirma o atual presidente, Murillo Braghin. “Se a gente não tinha inovação, decidimos fazer com que ela aconteça.”

Já em 2018, a iCON realizou o primeiro hackathon e, em 2020, criou a Construtec Week, evento virtual, que durou dez dias e contou com participação de palestrantes internacionais. “Mais de 20 startups se apresentaram”, diz o presidente.

Murillo Braghin, presidente da iCON (Foto: Divulgação)

Hoje, a governança se dedica a fazer o mapeamento da comunidade do setor. O trabalho é realizado pelo link http://bit.ly/mapeamentoicon . “Queremos saber tudo que está relacionado à construção civil em Londrina e região. E fazer um grande hub digital que agregue todos os atores do setor.”

Ele ressalta que a atividade é uma das principais da economia londrinense. “Temos em Londrina duas das maiores construtoras do país (Plaenge e A.Yoshii).”

EVOLUÇÃO

O empresário Gerson Guariente acredita que a construção civil irá compensar o atraso em inovação nos próximos anos. “Não é possível que, com o nível tecnológico que a sociedade alcançou, um servente de pedreiro continue carregando sacos de cimentos nas costas. Isso é incompatível com o valor do produto que a gente entrega, que é caríssimo.”

Pouco tempo depois da formação da governança, segundo ele, já há várias startups desenvolvendo soluções para o setor. “Eu acredito que em dez anos teremos uma indústria completamente diferente, alavancada pela digitalização de processos, com melhor controle de qualidade e produtos inovadores.”

Na opinião do vice-presidente do Sinduscon, o conceito da atividade já começou a mudar. “A gente busca não só produzir de forma mais eficiente, com menor custo de operação, mas pensando também no custo de manutenção do produto ao longo da vida útil dele.” Essa é uma exigência cada vez mais forte no mercado. “Para isso será preciso muita inovação.”

LEIA MAIS:

TIC criou bases para região de Londrina inovar

Agrovalley leva adiante o DNA de inovação local

Inovemm dá novo impulso à eletrometalmecânica

Integra QM visa aproximar academia e mercado

Governança de IES mira unir universidades e empresas

Londrina articula governança do comércio local

Salus impulsiona Polo de Saúde de Londrina

Governança de turismo planeja mudança de foco

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 3

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

3 respostas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CONFIRA TAMBÉM

Acesse sua conta